Escola Da Vida - Mario Sergio Cortella

Informações:

Sinopsis

Uma conversa sobre educação, cidadania e aperfeiçoamento do ensino.

Episodios

  • Votar é uma conquista a ser protegida

    Votar é uma 'conquista a ser protegida'

    10/11/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella lembra que, há 35 anos, ele participava de uma eleição pela primeira vez, porque, antes, isso era proibido pela ditadura militar. 'Não é só um momento de alegria cívica, é também uma ótima memória do quanto essas proibições fazem com que a gente perca cidadania', destaca ele.

  • Como lidar com a ansiedade em meio à eleição americana

    Como lidar com a ansiedade em meio à eleição americana

    05/11/2020 Duración: 05min

    Enquanto muita gente acha que nada tem a ver com a disputa no país, Mario Sergio Cortella lembra que os Estados Unidos são uma potência mundial e, num mundo interdependente, qualquer decisão tomada lá afeta outras nações. Ele destaca, no entanto, que a ansiedade só é positiva quando serve para provocar um estado de prontidão e não gera perturbação.

  • Viva Betinho!

    Viva Betinho!

    03/11/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella faz uma homenagem ao sociólogo Herbert de Sousa. Fundador da ONG Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida, ele faria 85 anos nesta terça-feira. Em tempos de pandemia, o professor lembra do legado que o ativista nos deixou. 'Foi capaz de colocar a sua vida a serviço da solidariedade', destaca.

  • Livros são como mestres que apontam os caminhos a seguir

    Livros são como mestres que apontam os caminhos a seguir

    29/10/2020 Duración: 02min

    No Dia Nacional do Livro, Mario Sergio Cortella fala da importância dessa 'companhia silenciosa', em vários momentos, e 'ruidosa', em outros, porque nos leva a pensamentos que ecoam. O professor afirma que os livros fazem muito mais do que 'matar o tempo': permitem que ele possa ser vivido, 'de um modo muito mais magnífico'.

  • Quem foi Tebas?

    Quem foi Tebas?

    27/10/2020 Duración: 04min

    Mario Sergio Cortella relembra a trajetória do homem que foi escravo no Brasil e comprou a própria liberdade trabalhando como arquiteto. Ele vai ganhar uma estátua na Praça da Sé, que abriga a catedral que ele ajudou a construir. Para o professor, a homenagem representa uma 'regeneração da nossa gratidão'.

  • Desconfiança em relação à vacina chinesa não contribui, apenas perturba

    Desconfiança em relação à vacina chinesa não contribui, 'apenas perturba'

    22/10/2020 Duración: 05min

    Mario Sergio Cortella diz que desconfiar de algo que vem de fora e não tem comprovação é sempre bom, mas, nesse momento, 'faz uma onda imensa em torno de algo que precisa ser visto com mais seriedade'. Segundo o professor, a discussão precisa ser mais bem balizada. Se não, é apenas xenofobia.

  • A liberdade consiste em poder fazer o que não prejudica outrem

    'A liberdade consiste em poder fazer o que não prejudica outrem'

    20/10/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella lembra da frase que consta na Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, que inspirou a Revolução Francesa, para dizer que a liberdade 'está muito ligada ao modo como nos relacionamos com as pessoas'. Ele explica que 'há uma colisão' nesse conceito se essa liberdade individual causar algum dano ao outro, e isso se aplica, por exemplo, na questão de tomar ou não a vacina contra a Covid-19.

  • Os professores e a missão de partilhar a vida e o conhecimento

    Os professores e a missão de partilhar a vida e o conhecimento

    15/10/2020 Duración: 04min

    Mario Sergio Cortella diz que, apesar das dificuldades e da falta de reconhecimento, a profissão é 'absolutamente imprescindível'. Para ele, não há nada mais gratificante do que ser reconhecido na rua e servir de inspiração para ex-alunos. 'Deixa a gente inchada de ternura' quando alguém diz que virou professor por nossa causa, confessa.

  • A Justiça não é imune a avaliação e julgamento

    'A Justiça não é imune a avaliação e julgamento'

    13/10/2020 Duración: 04min

    Mario Sergio Cortella avalia como inadequada a interpretação do STF sobre o caso do traficante André do Rap. Para o comentarista, a aplicação literal da lei precisa levar em conta a conveniência. 'Errar é uma possibilidade, e o mecanismo coletivo de correção desse erro é o debate', afirma.

  • Acolhimento de crianças na reabertura de escolas deve ser feito aos poucos

    Acolhimento de crianças na reabertura de escolas deve ser feito aos poucos

    08/10/2020 Duración: 04min

    Mario Sergio Cortella admite que a situação é complexa, porque não temos experiência anterior nesse sentido, mas é preciso haver algum tipo de aproximação entre alunos e professores, desde que sejam tomadas todas a medidas de precaução contra o coronavírus. 'Quando tudo é muito inédito, a gente vai pateando, desde que não tropece', afirma.

página 2 de 2